Celulite e Gordura Localizada – O que fazer para evitar?

Bloqueador de anúncios detectado

O Blog Harmonia Natureza é sustentando com exibição de anúncios online para os nossos visitantes. Considere nos apoiar desativando o seu bloqueador de anúncios do navegador.

O que é a Celulite? Conheça dicas e truques sobre celulite e como evitar. Celulite e Gordura Localizada como evitar esse problema?

Lipodistrofia Ginóide (se chama ginóide porque é frequente entre mulheres), Lipodistrofia Edemato Fibroesclerótica, Fibro Edema Ginóide(FEG), Paniculopatia Edemático Fibroesclerótica(PEFE), Mesenquimatose, lipoesclerose, Dermatopaniculose Vasculopática, Paniculose ou Celulite, uma inflamação do espaço ao redor das células adiposas que não diz respeito a aumento de gordura, embora esteja muito relacionada à obesidade.

Celulite e Gordura Localizada o que é isso?

Ela aparece entre pessoas de peso normal e até mesmo entre as que estão abaixo do peso.

É caracterizada principalmente pelo aparecimento de ondulações da pele.

Quando a gordura, líquidos e toxinas (produtos do metabolismo -“excretas das células”) ficam presas embaixo da pele, a microcirculação dos capilares (pequenos e finos vasos que trazem o sangue, oxigênio) no tecido adiposo encontra-se deficiente e consequente o tecido fibroso começa a ficar duro e apertado (será explicado mais adiante) e a gordura é comprimida.

É isto que causa o efeito “casca de laranja”.

A idade pode fazer com que as camadas da pele fiquem mais finas e, consequentemente, fazer com que a celulite pareça pior.

Inicialmente para conhecer o processo de formação da celulite precisamos ser apresentados ao lipócito, que é a célula de gordura.

O lipócito é uma célula que apresenta pequenos vacúolos (reserva) de gordura distribuídos pelo seu interior.

Estes vacúolos são quem recebe o excesso de gordura da alimentação. Com o progressivo aumento da deposição de água, gordura e impurezas nos vacúolos, eles vão se aproximando um do outro, e acabam se juntando, aparecendo então um grande vacúolo que ocupa quase toda a célula.

No tecido gorduroso existem também as fibras, que separam os grupos de lipócitos. É por causa das características destas fibras que as mulheres desenvolvem celulite e os homens não. Nas mulheres as fibras são finas e perpendiculares a pele, ligando a pele ao tecido muscular mais profundo. Nos homens as fibras são mais grossas e se ligam à musculatura de forma oblíqua.

Quando aumenta o tamanho do tecido gorduroso na mulher por causa da acumulação de gordura, este tecido se expande em direção à pele e quando o mesmo acontece no homem, as fibras resistem à expansão em direção à pele e dirigem o tecido gorduroso em direção a profundidade, não aparecendo assim as irregularidades da celulite.

O tecido gorduroso aumentado, comprime as veias e linfáticos passando à existir então um edema (inchaço) que aumenta ainda mais o volume do tecido, piorando o processo de celulite.

O hormônio feminino dirige mais gordura para regiões preferenciais como o quadril, e alteram a parede das micro veias, piorando mais as condições circulatórias e agravando a celulite, em um ciclo vicioso que agora se inicia, e se não tratado tende à perpetuar.

Os estágios de celulite vão acontecendo, desde o estágio I quando existe apenas um aumento de volume das células, com um pequeno edema, até estágios mais avançados, onde ocorre uma completa desorganização do tecido gorduroso com aparecimento de nódulos e depressões (buraquinhos).

A celulite afeta oito entre dez mulheres ocidentais, segundo a Sociedade Brasileira de Medicina Estética.

A Celulite aparece principalmente na região dos glúteos, coxa, abdômen, nuca, e braços.

Quais os tratamentos de celulite

celulite1
A falta de trabalhos científicos que comparem a eficácia dos tratamentos é um dos grandes problemas para que o atendimento a esta demanda seja atendida por profissionais.

A termo-regulação, utilizada para medir a alteração térmica da pele, não pode ser arquivada para ser comparada com exames posteriores, e é um sistema influenciado pela temperatura ambiente e pela temperatura do próprio paciente.

Teoricamente, no lugar onde há mais celulite há menor atividade circulatória, o que pode ser medido por um sistema térmico, mas existem muitas variáveis que influenciam no resultado, o que prejudica a utilização deste método como diagnóstico científico para realizar uma comparação de resultados antes e depois de um determinado tratamento.

O mesmo ocorre com a fotografia, pois é difícil tirar duas fotos em épocas diferentes, com exatamente a mesma quantidade de luz e no mesmo ângulo, tornando a quantificação de resultados muito difícil.

Para que os diversos métodos de tratamento da celulite tenham comprovação científica, é necessário o uso de metodologia científica.

Assim, seria possível excluir as influências psicológicas e as avaliações tendenciosas.

Seria necessário também que os parâmetros de medição de melhora fossem confiáveis.

A pesquisa científica sobre celulite é difícil, porque tem muita variável e não chama a atenção dos médicos, que não a vêem como uma doença.

A comunidade médica ainda não encara estas alterações estéticas como uma melhora de qualidade de vida.

Drenagem linfática: A drenagem manual age no sentido de ativar, limpar, regular e nutrir os tecidos. A aceleração da Drenagem Linfática renova o líquido intersticial, renova a capacidade de autodefesa e autopurificação do corpo-humano. A drenagem linfática é de fato indicada para pré e pós-cirurgia plástica, edemas e no combate à celulite, entre outras indicações. A drenagem linfática pode ser manual ou por aparelhos (endermologia, dermotonia). Deve ser feita duas vezes por semana.

Dermotonia: utiliza a tecnologia de aspiração contínua aliada ao palper-rouler (palpação-rolamento). Além de realizar uma drenagem linfática profunda, estimula a circulação sanguínea e também ameniza os tecidos conjuntivos fibrosados predominantes nos casos de celulite antiga.

Endermoterapia: É uma técnica de drenagem linfática com sucção, feita através de ventosas e roletes que exercem compressão sobre o tecido com celulite, diminuindo a extensão da região afetada e melhorando a pele como um todo. As ventosas deslizam sobre o corpo pressionando e sugando a pele, funcionando como uma drenagem linfática, enquanto dois rolinhos girando em direções opostas rompem as cápsulas que envolvem os nódulos responsáveis pela celulite.

Massagem Estética: É também feita manualmente e mescla técnicas de drenagem linfática, massagem modeladora e shiatsu. Esse último visa o equilíbrio energético do organismo.

Massagem modeladora: É manual, porém mais vigorosa que as anteriores. Visa a modelagem do corpo.

Intrademoterapia: Neste tratamento é ministrado via oral ou injetada na região afetada uma medicação lipolítica. Para sucesso desta técnica, a gordura excedente tem que ser eliminada a través de exercícios e coma ajuda de uma reeducação alimentar. Caso contrário, a gordura volta para o local de onde saiu e pode até aumentar. A intradermoterapia deve ser combinada com outras técnicas, como a drenagem linfática manual ou por sucção, para um melhor resultado, pois o método isolado não é capaz de resolver o problema da celulite.

Fonoforese: Utiliza substâncias químicas apropriadas para cada problema, como celulite, flacidez ou gordura localizada, por exemplo. As substâncias penetram na pele por meio do aparelho de ultra-som ou infravermelho. É também chamada de mesoterapia sem agulhas.

Ionização: Empregada como um meio de infiltração de enzimas lipolíticas como soluções de Centelha Asiática, Hialuronidase, Algas Marinhas que irão atuar reduzindo o tecido adiposo, ou seja, diminuirão a espessura dos depósitos de gordura.

Estímulo Muscular: Pode ser chamada de force ou corrente russa e serve para trabalhar o tônus muscular, por meio de aparelhos eletrônicos como Total Shape da Polishop. Não substitui a ginástica por não trabalhar a parte cardiorrespiratória. Deve-se fazer exercício físico e não só usar estes aparelhos. Os aparelhos estimulam a quebra de gordura, que vai para a corrente sanguínea, e se você não fizer um exercício físico para queimá-la, a gordura que está no sangue volta de novo para a camada da pele.

Termoterapia: Utiliza o calor para penetração de substâncias ou eliminação de líquidos. Nesta técnica, podem-se incluir mantas térmicas, fornos, infravermelho e bandagens com as mais diversas substâncias.

Eletrolipoforese: significa a aplicação, através de um aparelho, de correntes polarizadas que promovem o aumento da atividade celular. Através de eletrodos de silicone condutivo, há promessas de melhora do fluxo linfático e sanguíneo, que produziria a dissolução dos nódulos de celulite.

Iontoforese: esta técnica consiste na introdução de medicamentos na pele, através de corrente galvânica. Placas específicas são aplicadas na área afetada, ajustadas com bandas elásticas. Sua intensidade varia de 5 a 15 MA, num tempo máximo de 30 minutos. Na metade da seção, inverte-se a polaridade do aparelho. As substâncias utilizadas durante o procedimento são soluções que estimulam a despolimerização dos mucopolissacarídeos do tecido conjuntivo.

Ultra-som: aparelho que emite ondas de baixa frequência numa profundidade de 3 a 4 cm, agitando as moléculas de água da região, que se colidem com as células adiposas, promovendo a eliminação de gordura e toxinas. Esta técnica não é eficiente para casos críticos de celulite e nem apresenta bons resultados se usada isoladamente.

Mesoterapia: Programa que vem sendo anunciado com sucesso pelas clínicas estéticas é um procedimento antigo, usado para outros fins. Consiste na injeção de enzimas nas regiões do corpo com maior incidência de gordura localizada e celulite. Trata-se de um procedimento que só deve ser feito por médicos especializados (é dolorido e causa hematomas).

Eletroporação: Tratamento não injetável, que permite a penetração de medicação em camadas profundas da pele, sem dor, e com excelentes resultados.

Infra-Vermelho: Por queimar gordura, atenua a celulite.

Carboxiterapia: É considerada hoje o melhor, mais eficiente e mais rápido, método de tratamento da celulite. Nesta técnica utiliza-se gás carbônico (o mesmo utilizado em videolaparoscopia) que descola as traves de fibrose do tecido acometido, melhora a micro circulação e mobiliza os ácidos graxos livres das células de gordura, e estimula a produção de colágeno que torna a pele mais firme e uniforme. O ideal é fazer pelo menos dez sessões e evitar sol para não manchar a pele.

Cosméticos que auxiliam no combate à celulite:

Outro processo anunciado para combater a celulite e, de quebra, a gordura localizada e a flacidez é a Crioterapia.

É definido pela aplicação de uma solução a base de cânfora e mentol nas áreas atingidas, provocando uma queda de temperatura local.

Com isso, o organismo utiliza os lipídios de reserva, para recuperar seu equilíbrio térmico, e desta forma há redução de volume onde as bandagens foram aplicadas.

O choque térmico sobre a pele provoca a retração das fibras dos tecidos da derme reduzindo a flacidez. O aumento da circulação sanguínea favorece a drenagem linfática auxiliando na melhora do quadro celulítico”.

Estes Cosméticos devem conter substâncias hiperêmicas (vermelhidão no local aplicado devido ao seu efeito vasodilatador periférico.), liporredutoras ou lipolíticas (mobilizam o tecido de gordura), vasodilatadoras (dilatam dos vasos sanguíneos e melhoram a circulação), eutróficas e venotróficas.

As eutróficas estimulam a produção de colágeno e as venotróficas reduzem e drenam o inchaço.

Os anticelulíticos atuam sobre as disfunções do tecido conjuntivo.

Suas formulações devem conter ativos para realizar três tarefas básicas: a lipólise, a drenagem e a reestruturação dos tecidos.

1. Na lipólise, os ativos estimulam enzimas a reduzir a reserva de gordura. Nesta nova categoria de ativos estão a cafeína e a teofilina – extraídas do café, chá, guaraná, cacau e mate – que degradam as gorduras e diminuem o volume corporal.

2. Na drenagem, os ativos facilitam a reabsorção dos líquidos intersticiais e eliminam as toxinas. Pode ser induzida pelo uso do remoduline (extraído do Citrus, laranja amarga, que, além de estimular a lipólise, também possui propriedade descongestionante, facilitadora da drenagem através da melhora da microcirculação local) e lipossomas biorrubine (Complexo fitobiológico anticelulite contendo extrato do talo do abacaxi, sulfossacarídeos e colato de sódio. Possui ação antiinflamatória, antiedêmica e estimula a circulação periférica).

3. Na reestruturação, os ativos induzem à reorganização do tecido conjuntivo através da regeneração celular do tecido danificado. Os ativos indicados são: a centelha asiática, a elastina marinha, as glicoproteínas da soja e os complexos minerais.

Entre os ativos mais utilizados contra a celulite estão os silícios orgânicos, oligoelementos, os extratos vegetais, magnésio, cobalto e manganês .

Entre os extratos vegetais podemos citar:

Cafeisilane C (Cafeína nanosferizada ligada à molécula de silício orgânico): essa parceria (cafeína e o silício) torna o creme muito mais eficaz. O silício orgânico tem a identidade com as células do tecido, facilitando a penetração dos ativos que, por estarem em forma de nanosfera, são liberados lenta e gradualmente com o aproveitamento mais prolongado.

A cafeína inibe um grupo de enzimas chamadas fosfodiesterases, já identificadas na pele humana e envolvidas na destruição do AMPc (Adenosina Monofosfato Cíclico).

Através deste processo de inibição da fosfodiesterase, a cafeína reduz a velocidade de destruição do AMPc e aumenta sua concentração. O AMPc por sua vez ativa uma enzima específica que hidrolisa os triglicérides em ácidos graxos e glicerol – É a AÇÃO LIPOLÍTICA!

Nicotinato de Metila: Causa hiperemia. Estimula a drenagem de líquidos e toxinas.

Chá Verde: Estimulante, antilipêmico, adelgaçante e anti-radicais livres. Melhora a microcirculação periférica.

Arnica: Atua especificamente no sistema capilar linfático e venoso. Possui ação estimulante, tônica e drenante.

Extrato Glicólico de Gengibre: Estimula a circulação nos vasos sanguíneos periféricos.

Óleo de Cravo: É tônico e estimulante.

Canela: Possui ação estimulante e vasodilatadora.

Castanha-da-índia: Acelera a circulação sanguínea e melhora o tônus muscular.

Centelha asiática: estimula à formação das fibras de colágeno, melhorando a elasticidade da pele e também ativa a circulação.

Ginseng: por ser um vasodilatador, aumenta a circulação sanguínea da região.

Hera e Fucus: Ativam a circulação sanguínea e tem ação anti-inflamatória.

Conhecido como raffermine, o extrato hidrolisado da soja (presente em muitos cosméticos) estimula a síntese de colágeno e elastina. ”Podemos associar essas substâncias com vitaminas C e E, para aperfeiçoar resultados”, diz o dermatologista José Carlos Greco.

A catuaba e a marapuama também podem ser usadas no tratamento estético na melhora da celulite. Um extrato que associa as duas plantas possui propriedades que colaboram com a drenagem linfática e a microcirculação cutânea, fatores que influenciam no aparecimento das deformidades estéticas.

Conhecido como raffermine, o extrato hidrolisado da soja (presente em muitos cosméticos) estimula a síntese de colágeno e elastina. ”Podemos associar essas substâncias com vitaminas C e E, para aperfeiçoar resultados”, diz o dermatologista José Carlos Greco.

A catuaba e a marapuama também podem ser usadas no tratamento estético na melhora da celulite. Um extrato que associa as duas plantas possui propriedades que colaboram com a drenagem linfática e a microcirculação cutânea, fatores que influenciam no aparecimento das deformidades estéticas.

Alimentos que ajudam no combate a celulite

Estes alimentos têm substâncias poderosas contra a celulite.

Algas: fonte de iodo, equilibra o trabalho da glândula tireóide, evitando flutuações hormonais.

Arroz integral: contêm fibras, vitaminas do complexo B e minerais (magnésio e cromo), favorecendo a digestão do açúcar e o funcionamento do intestino.

Aveia: rica em silício reorganiza as fibras de sustentação da pele e previne a formação dos furinhos.

Azeite de oliva extravirgem: tem ação anti-inflamatória, ou seja, combate os edemas acarretados pela celulite. Associado ao azeite de linhaça, se torna mais potente.

Castanha-do-pará: carrega selênio, um importante antioxidante contra o envelhecimento das células.

Folhas verde-escuras: fonte de clorofila, melhoram a circulação e desintoxicam o organismo.

Lima-da-pérsia: limpa o sistema linfático e desintoxica o fígado.

Maçã: fonte de pectina, um tipo de fibra que neutraliza as toxinas presentes no organismo.

Missô (pasta de soja fermentada): é riquíssimo em probióticos naturais, que favorecem o intestino, além de ajudar a desintoxicar e desinchar.

Uron: Erva chinesa tem uma alta concentração de cafeína.

Alimentos que estimulam a produção de colágeno

Extrato da Raiz da Cenoura (Daucus carota sativa): estimula a produção de elastina, protege o colágeno e aumenta o metabolismo celular.

Extrato de Quiabo hidrolisado (Hibiscus esculentus): estimula a produção de colágeno.

Extrato do Fruto de Funcho (Foeniculum vulgare), mais conhecida como erva doce: estimula a produção do colágeno e aumenta o metabolismo celular.

Extrato de Alfalfa (Medicago Sativa): protege a elastina, o colágeno e o colágeno maduro. Estimula a produção de colágeno e aumenta o metabolismo celular.

A vitamina C estimula a produção de colágeno, que ajuda a preencher o espaço onde tem afastamento das fibras, diminuindo a sua depressão.

Dimetilaminoetanol (DMAE): é encontrado em abundância em anchovas e em peixes de água fria, como a sardinha. É um antioxidante e devido a sua estrutura espalha-se rapidamente, tornando-se parte da membrana plasmática da célula protegendo-a dos radicais livres.

Novos estudos demonstram que o DMAE atua aumentando níveis de acetilcolina (neurotransmissor importante na contração muscular) e também estimula a produção de colágeno. Por isso é indicado no tratamento da flacidez e redução da severidade das rugas.

Cavalinha: Em infusão, combate a celulite; ferva 30 gs da erva (caules estéreis) em 2 litros de água por 15 minutos. Coe e despeje na banheira. Tome banho de imersão por 20 minutos. Repita 2 ou 3 vezes por semana.Uma infusão mais forte aplicada com bandagens, ou mesmo um cataplasma da erva, aplicada em locais do corpo propensos a celulite, faz verdadeiras maravilhas.A cavalinha é ainda excelente tônico para peles oleosas.

Castanha da Índia: formulada à base de extrato padronizado (Aesculus hippocastanum L.), possui como principal constituinte uma substância denominada de escina, que atua reduzindo o processo de retenção capilar, sendo indicada portanto para quadros de insuficiência venosa crônica, incluindo varizes e peso nas pernas, hemorróidas e flebites.

Alimentos que estimulam a Lipólise

Centelha Asiática: Adelgaçante, Antiirritante, Cicatrizante, Depurativa, Estimulante da circulação periférica, Estimulante do sistema linfático, Lipolítica, Redutora da fragilidade dos vasos, Vasodilatadora periférica, Refrescante, Tonificante.

Gingko biloba : age estimulando a atividade da enzima Adenil Ciclase, que desencadeia o processo de lipólise ao nível da membrana do adipócito.

Erva Mate: Estimulante da lipólise, antioxidante e tensoativo natural.
Hera : Planta originária da Europa, era adorada pelos filósofos, por seus poderes de desintoxicar o corpo do álcool, hoje é utilizada para eliminar celulite e gorduras localizadas.Funções: Estimulante, Lipolítica, Vasodilatadora, Analgésica, Hidratante.

Os bioflavonóides saponina (soja) e rutina (cebola) aumentam o tônus venoso e diminuem a hipermeabilidade capilar decorrente da celulite.

O sílicio encontrado nos cereais integrais e concentrados de fibras diminuem a taxa de degradação das fibras elásticas e do colágeno e normaliza a capacidade hidrofílica (de atrair água) das glicosaminoglicanas.
Alimentos integrais são boas fontes de fibras e ajudam a diminuir a absorção das gorduras, além de contribuir para a regulação do intestino.

Refêrencia:

Livro: Tudo que você precisa saber sobre a celulite e ficar de bem com seu corpo – Vera Golik

Não perca os próximos artigos.

Gostou do artigo sobre celulite? Compartilhe o conhecimento com outras pessoas. 

Celulite e Gordura Localizada – O que fazer para evitar?
2 (40%) 3 votes
-->Aproveite e cadastre seu email abaixo para receber novas atualizações do site. Após colocar o seu email abaixo vai receber um email de confirmação de cadastro não esqueça de clicar.<--

Receba novidades no seu email:

Delivered by FeedBurner

12 Comentários

  1. Ana

Deixe uma resposta

Digite abaixo a numeração *