Peças Fundamentais No Guarda Roupa Feminino – Veja As Minhas Dicas

Vem chegando o inverno. Eu não gosto do inverno, mas isso todas já sabem porque eu sou reclamona e já debatemos essa questão no inverno passado. Peças fundamentais no guarda roupa feminino para diversificar no guarda roupa.

Em toda troca de estação mais evidente – no Brasil as estações não são bem demarcadas e dependendo do Estado ainda tem gente de camiseta de manga curta – eu costumo dar uma revisada e verificar quais as peças de roupa estou precisando comprar.

Peças fundamentais no guarda roupa feminino

Eu sou bastante frugal nos meus hábitos de consumo – perguntem pra Ju a dificuldade que é me fazer querer algo – então eu compro roupas pensando muito. A primeira coisa em que presto atenção é se estou bem servida das peças chave ou coringa. Essas peças nada mais são do que as peças atemporais, de corte e cores neutras, adequadas ao estilo de cada um e que vão te salvar de ficar sem ter o que usar em uma situação inesperada.

Acreditem se quiser, pra mim o que sempre acaba faltando é roupa casual. Como eu estou fantasiada de advogada a maior parte do tempo, roupa formal é o de menos pra mim. Tenho o suficiente.

Já ouvi várias pessoas relatando a posse de cinquenta calças ao mesmo tempo, vinte saias e tal. Eu não funciono dessa forma, então as peças chave são ainda mais fundamentais. Meu guarda-roupa pode ser classificado facilmente como minimalista, se ao todo eu tiver cem peças de roupas (contando até os cachecóis) é muito. A quantidade de combinações que eu consigo fazer é sensacional e me satisfaz. Depende do perfil de cada um, mas eu gosto assim.

Peças essenciais guarda roupa feminino

Conselhos pra quem quer ter menos coisas: aumente a quantidade de peças chave, compre roupas com muita qualidade e corte perfeito (se necessário faça ajustes em uma costureira ou alfaiate). Peça chave é atemporal, então gaste uma boa quantia nela e use até gastar (vai acontecer se você escolher direitinho). Deixe para comprar baratinho as peças que estão “na moda” (uma blusa verde limão, por exemplo, não precisa durar pra sempre).

Dito tudo isso, vamos às diretrizes da escolha:

  • Escolha o que vai usar: de que adianta eleger saia como peça chave no seu guarda-roupa se você não gosta de usar saia? Se for para tentar começar a usar, compre um modelo mais barato, veja se acostuma e incorpora bem a mudança de estilo e aí sim adote definitivamente a peça.
  • Planeje a compra: não compre peça chave por impulso. Você vai pagar caro, ficar infeliz e não usar. Experimente vários modelos, cortes, cores, e veja o que cai bem. Leve alguém bem sincero com você (eu tenho meu namorado, que diz coisas sensacionais hahaha).
  • Priorize: se estamos em época de frio, priorize as compras para peças dessa estação. A menos que você tenha muito dinheiro sobrando, daí compre tudo. Caso você seja uma pessoa normal, compre o que vai usar agora. De nada adianta comprar quatro peças novas de calor numa liquidação e não ter roupa para os próximos três meses. Compre uma peça de calor na liquidação se sobrar pra isso ou se as roupas da estação atual estiverem ok. Se você se endividou pra comprar na liquidação, acabou não economizando nada, porque comprometeu renda e não vai ter dinheiro depois. Pense nisso.
  • Compre o que ficar lindo: Se é pra usar até gastar, tem que ser lindo. Cada corpo é um corpo e coisas que são meio estranhas no cabide podem ser sensacionais em você. Experimente. Aos poucos você vai descobrindo os cortes que ficam sensacionais. Não vale ok, beleza, serviu. Tem que ficar extraordinário e te deixar diva. Na hora em que você vestir você vai saber, a vendedora da loja também, seu acompanhante sincero também. Sim, é essa. Pode levar.

Top 10 das peças chave:

Tendo em mente que varia de pessoa pra pessoa e tudo o mais, vai uma listinha das dez peças chave mais úteis como elo de ligação no guarda-roupa da maioria das pessoas.

10 – Blazer de tom neutro com corte perfeito: Isso mesmo. O blazer ok não entra aqui (mas pode ser comprado, claro). Aqui eu estou falando daquele blazer que deixa qualquer roupa com cara de chic, porque ele é chic e fica perfeitamente ajustado no corpo. Fica bom por cima de vestido, camisa, camiseta…complementa no calor, esquenta na meia estação e veste bem com um tricozinho no frio. É uma santa ajuda pra levantar qualquer produção.

Peças coringas guarda roupa feminino

Vídeo abaixo peças fundamentais no guarda roupa feminino

9 – Casaco de inverno: Prefira comprar o primeiro bem básico, de cor neutra, com corte clássico, que combine com tudo. Eu não gosto dos mais estruturados com corte abaixo do cós da calça porque tenho o quadril largo, então tenho um mais comprido de lã (que não me engessa tanto rs) e um na altura do cós da calça desses mais durinhos. Veja o caimento que fica melhor em você e escolha o mais atemporal e neutro possível. Esse item pode ser dispensado em locais onde a essa altura do mês as pessoas ainda estão de camiseta de manga curta, a menos que elas planejem viagens internacionais ou para o sudeste e sul.

8 – Cardigan: Esses eu amo, tenho vários. Peça que complementa, perfeita para o look cebola paulistano (cebola porque tem que ir descascando ao longo do dia, então usamos várias peças). Eu gosto de todos, com desenhos, sem, de manga comprida, meia manga, cor escura, cor clara, mas o que combina com tudo é o basicão de cor mais neutra e botãozinho.

7 – Calça jeans de corte reto: Essa eu tenho que anotar na listinha pra comprar. Compro um monte de vestido e esqueço da calça jeans! Eu tenho duas, mas é a quantidade necessária pro meu uso, já que não posso trabalhar com elas. Quem puder, tenha mais. O corte mais básico, que fica bom em todo o mundo e combina com todas as situações em que um jeans pode ser usado é o com cintura no lugar e corte reto (chamado jeans cinco bolsos). Pra ser mais coringa e atemporal, prefira as cores neutras e não muito lavadas, sem nenhum desfiado, aplique e coisas do tipo. Tenha uma mais neutra e não tão justa, daí as outras podem ser de qualquer jeito.

6 – Saia de alfaiataria na altura dos joelhos: De preferência de cor escura (preto, azul marinho, cinza chumbo). De qualquer corte (A, lápis, reta). O corte vai depender do caimento para você. Eu fico horrível de corte reto, tem que ser em A ou saia lápis…senão fica esquisito. Experimente vários modelos. Para as moças mais ousadas: tenha quantas mini quiser, mas elas não servem para todas as ocasiões. Tenha pelo menos uma saia nos joelhos (ou uns três dedinhos antes e só).

5 – Calça de corte de alfaiataria de cor escura com a cintura no lugar e corte reto: Fica bem em todo o mundo, quebra um galhão na hora de ir para um ambiente formal-mas-nem-tanto ou até mesmo para o trabalho (eu tenho algumas). Prefira tons escuros, que marcam menos e saem menos de moda, além de combinar com tudo. Dê preferência ao preto e ao cinza chumbo. Se for nanica como eu, faça a barra NA ALTURA CERTA! Barra comprida demais estraga a peça e fica feio, barra curta demais fica “pula brejo”. Se você não sabe a altura, vá até a costureira, alfaiate e peça para o profissional medir. A maioria das lojas que vende esse tipo de roupa já mede e ajusta para você. Se odiar calça comprida, tenha uma cigarrete no meio da canela que também cai bem e vai ser bastante usada.

4 – Camisa social branca de ótimo corte: Fica boa com jeans e um casaquinho, fica boa com saia, fica boa com calça social e pode te salvar numa entrevista de emprego marcada com menos de 12 horas de antecedência. Compre várias se gostar, de várias cores e cortes. Mas se tiver que escolher uma só, é a com o melhor corte possível, de manga longa, básica e branca. Veste bem, te deixa elegante e pode ser complementada de várias formas. Moças de peitão, por favor: comprem o tamanho correto para o seu busto e ajustem a cintura e os braços num alfaiate. Plis. Quase todo mundo vai ter que ajustar, então compre essa numa loja boa e especializada em alfaiataria que o ajuste é feito lá mesmo e de graça (se você não conhece ninguém muito bom com ajustes, esse serviço salva).

3 – Bolsa de couro e cor neutra: Eu sou bem monogâmica com bolsas. Uso uma de cada vez até que ela resolva me deixar por morte natural. Daí eu compro outra. Isso implica em mais ou menos duas bolsas por ano. Fora as bolsas da vez, eu tenho sempre uma mini bolsa para eventos formais e uma bolsa de pano para o caso de eu precisar de mais uma bolsa para carregar minhas coisas (trabalha – estuda – dorme fora de casa – dá nisso). Eu sempre escolho bolsas neutras exatamente por isso. Mas para quem gosta de ter várias bolsas, o ideal é ter pelo menos uma de couro (pode ser sintético, tá gente?) com cores neutras (preto, marrom, caramelo, nude) e corte reto. Combina com tudo e salva naquele dia em que te chamam para um casamento às 9h00 da manhã do dia da cerimônia (ou batizado, culto, sacumé).

2 – Sapatilhas de couro e cor neutra: Deus abençoe o inventor da sapatilha: confortável, chic, de várias cores e formatos sem me obrigar a usar salto alto cinco dias por semana. Valeu aí!!!

Sapatilhas caem bem em qualquer tipo de roupa, para a maioria das situações (a menos que seja um evento de traje a rigor, daí é salto alto). Sapatilha de corte básico, de couro e tom neutro (preto, azul marinho, vinho, marrom, bege) sem muito enfeite e bastante confortável. Se gostar de usar sapatilhas, tenha uma assim. Garanto que vai te salvar em vários apertos e virar favorita. No calçado a maioria das pessoas elege o mega alto nude (que eu tenho), mas acho que não dá pra ir pra qualquer lugar com ele se você não faz botox na planta do pé, então eu elejo a sapatilha (vantagens de ser a dona da lista, rá!).

1 – Vestido preto básico: Pra mim é o vencedor imbatível. Eu amo vestidos, tenho vários, fico ótima de vestido e geralmente tenho uns três vestidos pretos: um de tecido leve e mais casual, um longo e um de corte de alfaiataria. Pode variar para menos ou para mais, depende. Para facilitar o uso em qualquer circunstância é melhor que a saia seja na altura dos joelhos ou mais. Vestido é um look inteiro montado em um segundo, não tem que escolher parte de cima, de baixo…se for pretinho básico, combina com qualquer sapato, qualquer acessório e está sempre elegante. Recomendo fortemente pra quem gosta de vestidos.

RIDING PANTS – Um Pouco do público masculino

Conhecida no guarda roupa masculino já há algum tempo, a Calça Montaria vem sendo adotada pelo público feminino em diferentes ocasiões e se tornando um item querido. O modelo traz similaridade a uma legging, com a diferença de que seu material é um pouco mais pesado, sendo boa opção para os dias de inverno. O shape da peça propõe uma modelagem com cós alto e a presença de bolsos, podendo estar situados na parte frontal e/ou na traseira, além do detalhe de recorte que fica localizado nas laterais.

A Calça Montaria, também conhecida como Riding Pants, propõe diferentes opções de looks envolvendo variados estilos e tipos de corpo. A peça vem sendo adotada por diversas its, sendo combinadas a composições elegantes que acompanham desde botas, sapatilhas, rasteiras ou até sapatos com saltos. O modelo possui uma cartela de cores que se adapta a tons mais discretos ou ainda sóbrios, variando entre bordo, preto, café, caramelo, cinza, rose, branco e até mesmo bege. A calça permite combinações distintas, onde permite uniões juntamente a camisas, blazers, jaquetas, casacos, camisetas, cropped top, entre outros.

As Riding Pants são indicadas principalmente aos dias mais frios, por possuir sua fabricação em material mais grosso, podendo às vezes ter sua composição em couro ou ainda no veludo. A Calça Montaria, como já dito, permite seu uso em diferentes tipos de silhuetas, variando com o tipo de sobreposição escolhida. Para mulheres que possuem o quadril mais largo ou até mesmo as pernas mais avantajadas, a proposta é combinar o look com camisas ou blusas mais amplas e soltas. Já para quem possui pernas mais finas e a cintura pequena, a proposta é investir em combinações com blusas por dentro da calça ou ainda com modelos mais curtos, como cropped top.

E aí, qual é a sua lista das peças fundamentais no guarda roupa feminino? Já montou seu guarda-roupa básico? Faltou alguma coisa que você considera essencial por aqui? Deixem suas contribuições nos comentários!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *