Tratamento alcoolismo, qual a melhor opção?

 O alcoolismo é um problema enfrentado por grande parte das famílias e, sem dúvida, é um vício que traz bastante problema e desgaste emocional.  É de conhecimento público que os familiares e amigos de pessoas que têm o vício do álcool sofrem ao ver o seu ente querido perder o controle da própria vida e, muitas vezes, rejeitar o tratamento adequado.

Deve-se reforçar ainda que muitas das pessoas viciadas em álcool nem mesmo admitem a sua condição e, infelizmente, há aquelas que acabam por desenvolver doenças muito sérias em decorrência do consumo excessivo de álcool, como a cirrose.

 

Como identificar a necessidade de tratamento do alcoolismo

 

O tratamento do alcoolismo é necessário sempre que a pessoa não consegue mais ficar um dia sem beber. Claro, é muito comum que homens e mulheres optem por beber algo no meio da semana, em um happy hour, enquanto outros prefiram beber só no fim de semana.

Beber não é o problema e não caracteriza necessidade de tratamento o alcoolismo; esta necessidade só aparece quando o indivíduo bebe de modo excessivo e contínuo, ou seja, com um intervalo de tempo cada vez menor.

Em decorrência da necessidade gritante de beber, as pessoas viciadas em álcool se tornam agressivas e não só quando não podem ingerir bebida, mas também quando alguém questiona os seus “novos hábitos”. Inclusive, é muito comum que as pessoas alcoólatras fiquem nervosas também quando estão bebendo, já que o álcool coopera para a potencialização da sua agressividade armazenada.

 

Como a família pode ajudar no tratamento para alcoolismo

 

Apesar da boa intenção de familiares e de amigos, nem sempre estes sabem como ajudar no tratamento para alcoolismo e é importante aprender mais sobre isso porque a colaboração dos entes queridos é fundamental para que o viciado se recupere.

Uma das formas de colaborar nesse tratamento é falando claramente para a pessoa sobre as características de vício que ela está apresentando. Porém, não se deve gritar ou acusar: a dependência química é uma doença e, portanto, os entes queridos devem demonstrar solidariedade.

Também é necessário ser firme ao dizer que esse alcoólatra precisa de tratamento e é importante que alguém o acompanhe às reuniões dos Alcoólicos Anônimos (AA), pelo menos no começo. É fundamental ainda que a família e os amigos demonstrem que acreditam no potencial que essa pessoa tem de se recuperar que mantenham longe dela todo tipo de “tentação”, nem que seja apenas uma cerveja.

 

Internação é o melhor caminho para alcoolismo tratamento?

 

Tratar a dependência de álcool é algo difícil e, às vezes, a ajuda de uma clínica de reabilitação é a saída. Porém, a internação só é indicada quando o alcoólatra não consegue seguir as orientações do AA ou não aceita que precisa de tratamento, colocando até outras pessoas em risco (como no caso de viciados que dirigem).

O Brasil tem diversas clínicas gratuitas de reabilitação do alcoolismo e, em alguns casos, uma possibilidade é recorrer à internação compulsória que, atualmente, dispensa o parecer judicial para acontecer.

Leia mais artigos como esse acessando nosso blog.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *