Tabagismo e suas consequências – Não esqueça do refrigerante

Bloqueador de anúncios detectado

O Blog Harmonia Natureza é sustentando com exibição de anúncios online para os nossos visitantes. Considere nos apoiar desativando o bloqueador de anúncios.

Há muito tempo se acreditou que os fumantes são mais finos porque a nicotina inibe a fome e no momento de parar de fumar, automaticamente estaria ganhando peso. Embora a nicotina ajude a diminuir o apetite, até certo ponto, mas não é o suficiente para dar conta ao ponto de dizer que vai perder peso. Entenda os problemas do tabagismo e suas consequências.

Tabagismo e suas consequências

Além do mais, os fumantes que param de fumar usando a terapia de comportamento não só eram mais propensos a abandonar o cigarro, mas também para ganhar pouco peso ou nenhum peso.

Em um estudo, verificou-se que os fumantes, especialmente mulheres, que receberam aconselhamento de peso, além de medicamentos e algumas sessões de tratamento contra o tabagismo ao sair não tiveram taxa de ganho de peso. No caso do tabagismo e perda de peso ou manutenção do peso, a combinação funcionou melhor em longo prazo.

A maioria dos fumantes concorda que é ruim para sua saúde e vai tentar parar de fumar. No entanto, muitos deles vão se preocupar com o ganho de peso possível e vai começar a fumar novamente. Fumar esta há muito tempo no topo da lista de hábitos evitáveis que contribuem para doenças cardíacas, doenças pulmonares e câncer.

Combinando os dois hábitos fumar e refrigerantes pode ser duplamente perigoso para as pessoas colocando em risco um número de doenças graves. Obesidade, por exemplo, pode aumentar o tempo para uma internação devido às complicações relacionadas com o peso.

A obesidade tem várias causas, algumas mais óbvias do que outras. No entanto, a obesidade e a conexão com refrigerantes também é muito caro para saúde. A indústria de fast food investe US $ 4 bilhões de dólares anualmente em marketing de produtos pouco saudáveis e vai continuar fazendo isso

Imagina aquele refrigerante bem gelado e refrescante ou aquela bela e famosa coca cola bem geladinha. Hummmmm delicia. Porém a sua saúde no futuro também depende de suas escolhas.

Os resultados são evidentes na epidemia da obesidade uma grande parte da população são considerados acima do peso ou obesos. Além disso, temos experimentado uma duplicação da percentagem de adultos obesos e uma triplicação do número de crianças obesas nos últimos 30 anos, de acordo com alguns artigos publicados.

Tabagismo e suas consequências – Qual é a evidência ligando refrigerantes e obesidade?

Um artigo de 2006 no American Journal of Clinical Nutrition em 39 anos de estudos teve uma conclusão que a maioria das evidências tem uma conexão entre as bebidas adoçadas com açúcar e ganho de peso. Além disso, eles concluem que as evidências são fortes o suficiente para incentivar estratégias de saúde pública destinadas a promover uma redução no consumo de bebidas açucaradas, como forma de melhorar a saúde.

Um artigo de 2009 publicado na mesma revista examinou as tendências nacionais de consumo de refrigerantes entre 1998 e 2004. Os resultados mostraram um aumento no percentual de adultos com bebidas adoçadas com açúcar. Eles também descobriram que o consumo dessas bebidas foi mais elevada entre os grupos em maior risco de obesidade e diabetes tipo 2.

Ao contrário de muitos outros fast foods, refrigerantes podem ser particularmente perigosos, porque eles conseguem fornecer muitas calorias açucaradas. Em outras palavras, as calorias são totalmente vazias e você ainda tem que encontrar algo para comer, porque você ainda está com fome.

Vários artigos em revistas especializadas e na imprensa popular têm promovido a ideia de um imposto sobre bebidas adoçadas com açúcar, como forma de reduzir o consumo.

Tabagismo e suas consequências – Não esqueça do refrigerante
Avalie
-->Aproveite e cadastre seu email abaixo para receber novas atualizações do site. Após colocar o seu email abaixo vai receber um email de confirmação de cadastro não esqueça de clicar.<--

Receba novidades no seu email:

Delivered by FeedBurner

4 Comentários

    • Claudio Gomes

Deixe uma resposta

Digite abaixo a numeração *